POLÍTICO DO AfD SE CONVERTE AO ISLAM!
 

 

 Político do AfD se converte ao Islam

DER SPIEGEL ON LINE

23 de janeiro de 2018

AfD-Plakat zur Bundestagswahl

‘‘O Islam não pertence a Alemanha‘‘. É o que diz o estatuto do AfD. Agora, em Brandemburgo, um interegrante da direita populista, converteu-se ao Islam.

Ele foi membro da Executiva Regional do AfD em Brandemburgo, onde todos no partido gostam de alertar sobre a islamização da Alemanha. Agora, Arthur Wagner se tornou um convertido ao Islam.

De acordo com meios de comunicação, o porta-voz do partido confirmou o fato ao jornal Berliner Zeitung. ‘‘Religião é algo pessoal. Nós estamos ao lado da liberdade religiosa garantida pela Constituição. O Sr. Wagener optou seguir por uma outra diferente”.

Wagner é deputado e chefe do AfD no distrito de Havelland, no Estado de Brandemburgo. No website do AfD de Brandemburgo, o alemão de ascendência russa, tambem é assessor da Executiva Regional do partido. O Berliner Zeitung, no entanto, foi informado pelo porta-voz do AfD, Daniel Friese, de que Arthur Wagner tinha se demitido já há algum tempo atrás, por motivos pessoais. Wagner ainda esclareceu ao Der Tagesspiegel, que ele não falaria a respeito da sua conversão ao Islam. ‘‘Isso é um assunto pessoal“, afirmou ele ao folhetim.

Entretanto, o caso chama a atenção, pois o AfD tem um passado de alinhamento com a política anti-Islam. O estatudo do partido é categórico: ‘‘ O Islam não pertence à Alemanha. O AfD vê como um grande perigo para o nosso Estado, sociedade e a ordem de nossos valores, a sua divulgação e o contínuo crescimento do número de muçulmanos“.

Segundo algumas informações, no passado, Wagner foi afiliado do CDU e antes de mudar de religião, participou do grupo ‘‘Cristãos do AfD‘‘.  No verão de 2017, ele fez críticas em um vídeo, a respeito da abertura das fronteiras, durante a crise dos refugiados e disse que a Alemanha tinha se tornado um outro país.

Tradução - Márcio Alexandre:  https://ma-traducoes.webnode.com/