A RAZÃO DA FORÇA CONTRA A CANDIDATA DO AfD
 

 

A candidata a Chanceler do AfD, Alice Weidel abandonou o debate na emissora ZDF


Márcio Alexandre


Assisti uma parte e foi assustador ver como os políticos de lá estão realmente "dopados" tomando posições que vão destruir a Alemanha. Até mesmo a apresentadora e o público eram contra a candidata. Atacaram-na devido à suas posições conservadoras.


Ela tentou explicar a diferenciação de asilo político, migração legal e o status de refugiados, que os jornalistas alemães não fazem. Estavam presentes, Ursula von der Leyen (CDU), ministra de Merkel Heiko Maas (SPD), Andreas Scheuer (CSU), Katja Kipping (Die Linke), Jürgen Trittin (Die Grünen), Katja Suding (FDP), e a Alice Weidel (AfD). 


Havia mais dois convidados. Uma professora que trabalha ensinando alemão à refugiados e um empresário sírio cristão que chegou à Alemanha nos anos 80. A professora comentou que havia estrangeiros que chegaram ao país há anos e não falam o idioma, além de outras dificuldades de inserção na sociedade.


Weidel rebateu Andreas Scheuer, do CSU, numa discussão, pois para ela, a posição do político do CSU, iria legalizar a imigração ilegal na Alemanha. Ele acusou Björn Hoecke, Alexander Gauland e os integrantes do AfD, de serem a direita radical. Foi quando ela saiu. Alice Weidel afirmou que todos os outros partidos querem legalizar a imigração ilegal no país.


Só não podem agora acusar Weidel de homofóbica, já que ela é lésbica